Studio | 

Práticas de ateliê e processos de trabalho.

há muita coragem em quem não é a favor de ser poupada , o trabalho feito corpo, trabalho a partir do corpo, o trabalho como corpo no mundo, o trabalho impondo sobre o próprio corpo o peso de sua presença teimosa: fricção corpo-trabalho-mundo, persistente como uma formiga carregando a noite consigo, numa obsessão. sobre trabalho de formigas, vaivém, coleta dali, coleta de lá. corpo formiga: movimento sobre linha definida, com intenção de sobrevivência, carregando, na mesma viagem, em tantas viagens iguais, uma multiplicação de si. corpo cecília: movimento em deriva, mas consciente, carregando fragmentos de mundo que se expandem ao gesto do toque, ao olhar atento, à nova ordenação das formas (pequena coleção de amores), carregando, em muitas viagens, uma multiplicação do mundo.

Texto de Jadson Rocha | artista visual